Image hosted by Photobucket.com

Recomeçar


Recomeça...

Se puderes

Sem angústia

E sem pressa.

E os passos que deres,

Nesse caminho duro

Do futuro

Dá-os em liberdade.

Enquanto não alcances

Não descanses.

De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,

Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.

Sempre a sonhar e vendo

O logro da aventura

És homem, não te esqueças!

Só é tua a loucura

Onde, com lucidez, te reconheças...


Miguel Torga


Nome:
Local: Porto Alegre, RS, Brazil

Procurando respostas...

Zoundry Blog Writer

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

Divulgue o seu blog!

All Images Hosting

Follow sansei10 on Twitter

31.5.06

Frase Do Mês

"O Poder da imprensa... Se você matar os seus pais a pauladas você pode até ser solto, mas se você tentar enganar o Fantástico, você vai preso!!!"

Por let's blogar.

24.5.06

Pega Ladrão!

Gabriel Pensador

Composição: Gabriel O Pensador/Tiago Mocotó/Aninha Lima/Liminha

Pega ladrão! No governo!
Pega ladrão! No congresso!
Pega ladrão! No senado!
Pega lá na câmara dos deputados!
Pega ladrão! No palanque!
Pega ladrão! No tribunal!
É por causa desses caras que tem gente com fome, que tem gente matando, etc e tal.

Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
A miséria só existe porque tem corrupção.
Pega, pega!
Pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Tira do poder!
Bota na prisão!!

E você, que é um simples mortal,
 levando uma vidinha legal,
alguém já te pediu um real? Alguém já te assaltou no sinal?
Você acha que as coisas vão mal?
Ou você tá satisfeito? Você acha que isso é tudo normal?
Você acha que o país não tem jeito?
Aqui não tem terremoto, aqui não tem vulcão.
Aqui tem tempo bom, aqui tem muito chão.
Aqui tem gente boa, aqui tem gente honesta, mas no poder é que tem gente que não presta.
"Eu fui eleito e represento o povo Brasileiro.
Confie em mim que eu tomo conta do dinheiro".

Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
A miséria só existe porque tem corrupção.
Pega, pega!
Pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Tira do poder!
Bota na prisão!!


Tira esses malandro do poder executivo!
Tira esses malandro do poder judiciário!
Tira esses malandro do legislativo!
Tira do poder que eu já cansei de ser otário!
Tira esses malandro do poder municipal!
Tira esses malandro do governo estadual!
Tira esses malandro do governo federal!
Tira a grana deles e aumenta o meu salário!
- Tá vendo esta mansão sensacional? Comprei com o dinheiro desviado do hospital.
- E o meu cofre, cheio de dólar? É o dinheiro que seria pra fazer mais uma escola.
- Precisa ver minha fazenda! Comprei só com o dinheiro da merenda!
- E o meu filhão? Um milhão só de mesada! E tudo com o dinheiro da criança abandonada.
- E a minha esposa? Só não me leva à falência porque eu tapo esse buraco com o rombo da previdência.
- Vossa excelência... Cê não viu meu avião! Comprei com uma verba que era pra construir prisão!
- E a superlotação?
- Problema do povão! Não temo imunidade? Pra nós não pega não.

Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
A miséria só existe porque tem corrupção.
Pega, pega!
Pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Tira do poder!
Bota na prisão!!

A miséria só existe porque tem corrupção.
Desemprego só aumenta porque tem corrupção.
Violência só explode porque tem tanta miséria e desemprego.
Porque tem tanta corrupção!
"Todos que me conhecem sabem muito bem que eu não admito o enriquecimento do pobre e o empobrecimento do rico!"
E você, que nasceu nesse país.
E que sonha e que sua pra ser feliz.
Você presta atenção no que o candidato diz?
Ou cê vota em qualquer um, seu babaca?
E depois da eleição, você cobra resultado?
Ou fica aí parado, de braço cruzado?
Cê lembra em quem votou pra Deputado?
E quem você botou lá no Senado?

Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
A miséria só existe porque tem corrupção.
Pega, pega!
Pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega, ladrão!!
Pega, pega!
Pega, pega ladrão!!
Tira do poder!
Bota na prisão!!

 

 

 

23.5.06

Tristeza

JOÃO UBALDO RIBEIRO

Por acaso eu estava apalermado e desorientado, assistindo pela tevê ao que acontecia em São Paulo, quando um amigo paulista ligou.

- Meu Deus do céu, estou aqui apavorado, diante da tevê! - disse eu, antes que ele falasse qualquer coisa. - O que é que está havendo aí?

- O que você está assistindo.

- Sim, mas o que é isso? Parece guerra, não é possível estar acontecendo uma coisa dessas em São Paulo.

- Claro que é, tanto assim que está acontecendo.

- E você, como é que está, a família, tudo bem?

- Está tudo bem, mas todo mundo tem a sensação de ser sobrevivente.

E eu também. Lá se mostrava, em imagens aterrorizantes, a maior cidade do país, a quarta cidade do mundo, a cidade mais poderosa do mais poderoso estado do Brasil, razão de orgulho para todos nós, mistura fabulosa de gente vinda de toda parte, baluarte principal da nossa economia, maior em vários sentidos do que muitos países, lá estava a nossa São Paulo (espero que isto não seja lido com bairrismos irracionais, abobalhados e atrasados tanto por não-paulistas quanto paulistas) sendo metralhada, explodida, queimada e acuada. Mortes, mortes às dezenas, anunciadas quase como se anunciam os resultados de páreos num clube de jóquei ou os números de uma loteria. Os mortos, como sempre acontece nessas ocasiões, passam a ser números.

Só que os mortos não são números. São gente, com histórias, sonhos, vidas a viver. Têm filhos, têm pai e mãe, têm famílias que, muitas vezes, são irreparavelmente destruídas. É quase impossível folhear os jornais onde as fotos mostram a dor indescritível, intransferível, inelutável de quem se encontra de repente em meio a uma tragédia estonteante. E estava pensando nisso mesmo quando vi o governador Lembo, que sempre apareceu perante as câmaras com a postura e o tom de quem não estava enfrentando uma crise de proporções estarrecedoras e dava a impressão de que se tratava de alguém defendendo os brios de São Paulo num evento comparável à Revolução Constitucionalista, dizer que tudo estava "sob controle" e que "nada deu errado".

Tudo sob controle, com gente sendo assassinada a torto e a direito, a população sem transportes, as ruas desertas, as agências bancárias explodindo? Nada deu errado, nem mesmo as mortes? Foram todas "certas"? Será que querem impingir aos brasileiros (sim, porque aqui se trata, insisto, de todos os brasileiros, não somente os paulistas) que a situação em São Paulo, a ação do tráfico no Rio e a insegurança praticamente em todo o país são normais, indicam que tudo está sob controle (sob o controle dos bandidos pareceu estar, em algumas ocasiões) e que nada está dando errado?

Comenta-se que houve aspectos políticos na conduta das autoridades paulistas - que, aliás, negam ter negociado com os bandidos, mas parece negativa de depoente de CPI - assim como no governo, em que pesem as solenes manifestações de ignorar politicagem e ver o interesse da sociedade acima de tudo. O governo paulista não quereria dar ao PT o argumento de que a ineficiência tucana na segurança pública de São Paulo havia tornado necessária a ajuda federal. E o PT, docemente constrangido, pode perfeitamente (e vai) explorar os acontecimentos em sua campanha. Enquanto isso, dane-se o povo de São Paulo.

Não vou discutir, embora tenha vontade, os argumentos e, principalmente, as afirmações do governador de São Paulo. Tampouco sei se os governos tucanos têm sido especialmente negligentes ou incompetentes na condução dos problemas de segurança da cidade e do Estado. Mas sei, como todo mundo, que o problema não é de São Paulo, é do Brasil todo. Tanto no caso de São Paulo como em todos os outros, o responsável é o Estado. O governo, como se diz comumente, o governo em todos os seus níveis. A segurança é dever básico do Estado e o monopólio da violência tem que ser mantido pelo Estado. E o Estado, além de bravatear, fajutar estatísticas, anunciar medidas que nunca são tomadas, continua a ostentar o superávit primário mais lustroso do planeta, enquanto o povo das grandes cidades praticamente já se acostumou a um clima de guerra urbana, em que a autoridade é desmoralizada a tal ponto que, no Rio de Janeiro, só ingressa em certas áreas com a autorização dos chefes locais.

Só resta agora a gente ver algum alegre progressista sugerindo a institucionalização e o reconhecimento do PCC e do CV como organizações legítimas e instâncias adequadas para a discussão dos problemas públicos. Como disse outras vezes, o fato de já ter vivido -neste país- 65 anos me autoriza a acreditar em qualquer coisa. E, portanto, não julgo de todo descartável a inclusão de representantes do PCC e do CV em órgãos colegiados não só do governo federal como dos estaduais e municipais. Acredito mesmo que as tendências mais modernosas podem apontar nesse sentido. Afinal, se não podemos vencê-los, juntemo-nos a eles. E, mais ainda, dirá o aludido progressista, o PCC e o CV são parte da sociedade em que vivemos e nela devem ser plenamente admitidos, revendo preconceitos e pré-noções que, se criticamente examinadas, se revelarão obsoletas - chega de exclusão!

Sim, e chega de descalabro também, chega de desgoverno, chega de esculhambação, chega de humilhar cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, chega de nos humilhar coletivamente, chega de furtar nossos impostos, chega de nos tratar como gado manso. Mas imagino que não posso sair dizendo isto por aí - deve ser desacato à autoridade e subversão.

Publicado em O Globo em 21 de maio/2006.

19.5.06

Vão Plantar Batatas...

Vão plantar batatas, que eu tenho mais o que fazer!*
*Postado por Tita no Morte Súbita
Eu li O Código Da Vinci e gostei. Vou assistir ao filme porque eu quero e porque adoro o Tom Hanks. Falem o que quiserem, bando de intelectualóides, eu simplesmente não ligo a mínima. Sim, eu também vejo novela, apesar de não suportar Glória Perez, Benedito Ruy Barbosa e seus enredos intermináveis. Mas, igualmente, não nasci pra ser simpática com Kant, Freud ou o raio que me parta, só pra ter um orgasmo neuronal quando algum pobre mortal não entender patavina do meu discurso.
Pra mim, intelectualóides são onanistas mentais que, só são capazes de gozar com um retrato de Lacan, pendurado na parede do banheiro. Dan Brown é um escritor talentoso, no que obviamente você não concorda comigo, mas e daí? O cara vendeu como água, e eu lembro de ter visto gente até em fila de ônibus sem conseguir despregar o olho das páginas do livro dele. Então Ron Howard, que também leu, resolveu transportar aquela aventura fantástica pra telona, sendo tão criticado pela turba judaico-cristã, quanto Mel Gibson com a Paixão de Cristo. Mundinho sinistro este nosso, não é verdade? Tem um bando de gente (criança, velhos, homem e mulher) passando fome, doente, no meio da guerra, no Iraque, na Faixa de Gaza, em Sampa, no mundo inteiro... tem mendigo em porta de igreja, sujo, faminto, esgualepado... e o que fazem as honradas famílias cristãs que vão rigorosamente aos templos e ouvem sermões infindáveis sobre caridade e amor ao próximo? Fingem que não enxergam estes miseráveis e apertam suas carteiras Victor Hugo contra o peito, fazendo o sinal da cruz. Bando de filhos da puta, hipócritas, são os primeiros a atirar a primeira pedra e a julgar os atos dos outros. Ninguém enxerga além do buraco do próprio umbigo e, como não têm nada pra fazer, a não ser virar a cara pra quem rasteja e encher a boca pra dizer amém, esta horda canalha resolveu fazer manifestações de repúdio contra o filme O Código Da Vinci, obra de FICÇÃO (tão fantástica quanto a própria Bíblia), fruto da imaginação (fodona) de um cara que saca de história e arte, mas que resolveu dizer que Maria Madalena não era uma puta (ooooooohhh!!!), que ela TRANSOU com JC e procriou com ele (oooooohhhhh de novo!!!), o filho da Virgem!
E querem saber do pior? Leonardo Da Vinci sabia de tudo e só contou pra Monalisa... hahahaha!Ah! Vão ter um orgasmo de verdade, cristãozinhos de meia pataca! E plantem batatas, muitas batatas pra distribuir aos desvalidos, por caridade, ao invés de sustentar o Vaticano e aquele monte de palhaços de batina! Mooooooooooooooooorram!
___________________________________________________________________________
Não há muito o que subscrever depois de um texto como esse. Mas eu digo mais o seguinte: por quê essa gente toda não vai protestar na frente das igrejas cujas sacristias abrigam padres pedófilos? Ou no plenário do Congresso expulsar os deputados vendilhões da Pátria? Ou, então, organizar passeatas e abaixo-assinados exigindo mudanças na Lei que permitam haver mais segurança, educação e valorização dos brasileiros?
Acredito que fariam muito mais em prol das "pobres alminhas" que pretendem salvar. Inclusive as suas próprias...

Mais Outdoors





13.5.06

Os Trapalhões

Ele explica o créu...


Posted by Picasa

6.5.06

Retaliação


Posted by PicasaMais uma do Kibeloco.

Créu


Posted by Picasa
Saiu na capa O Globo de 05/05/06. Nunca um ato tresloucado de um idiota de proporções internacionais (o de trás) foi tão bem resumido e uma única imagem.
Fonte: Blog do Sena.

2.5.06

Eu Apóio!


Posted by Picasa Mais uma do Kibeloco!

Resta torcer que mais e mais políticos façam o mesmo...

Cadê?

Com todo o respeito àqueles que simpatizam com PSOL, PC do B, PSTU, MST, Heloísa Helena, Luciana Genro, João Stédile e outros, mas eu, vendo todo o noticiário sobre o que anda acontecendo na Bolívia desde a eleição do "companheiro" Evo Morales, pergunto:
 
Por quê essa turma, que apoiou e aplaudiu o Bové, a invasão da Aracruz, os ataques ao Mc Donalds, que vive falando contra o imperialismo ianque e que gostaria de reverter as privatizações, não tomou um avião e foi até a porta da sede da Petrobrás lá na Bolívia gritar: "Brasileiros, tirem as garras da Bolívia!" ?? ou então "Brazilians, go home"??
Ou então não justificaram o gesto do Morales, dizendo que os 6 mil trabalhadores que perderão seus empregos estavam sendo explorados pelo capital estrangeiro? Ou que as empresas estavam destruindo o meio ambiente?
Por quê nenhum deles(pelo menos até agora não vi, se fizeram, por favor alguém me diga)deu uma entrevista apoiando as decisões do Morales? Ou um discurso inflamado na Câmara ou no Senado, chamando o presidente da Petrobrás de lacaio dos interesses imperialistas do governo Lula?
 
Pelo jeito, imperialismo bom de bater é o dos outros...
 
Em tempo: estou adorando ver o governo do PT passar por aquilo que eles mesmos ameaçavam fazer anos atrás. Sai dessa que eu quero ver, Lula!